Novo modelo COPOM no Horizonte 15/08

Discussão ago 16, 2023

Nas últimas semanas, foi usado um modelo no intuito de determinar as expectativas do mercado para o resultado das reuniões do COPOM. Foi utilizado o sistema de Basileia e Mercado com este fim e, a partir dele, as curvas de juros obtidas partindo da SELIC atual, contratos de DI1 da B3 e SWAPs. Adicionamos mais um elemento para melhorar a avaliação desses pontos, a data do COPOM em si. Em outras palavras, fizemos uma melhoria que tornou nosso modelo mais assertivo.

O Resultado novo para 14/08

A partir deste novo modelo temos os resultados seguintes:

Taxa SELIC atual: 13,25% a.a.

Decisão de setembro/23:

  • 5% acreditam em QUEDA de 0,75 ou SELIC a 12,50%
  • 95% acreditam em QUEDA de 0,50 ou SELIC a 12,75%

Decisão de novembro/23:

  • 20% acreditam em QUEDA de 0,75
  • 80% acreditam em QUEDA de apenas 1,00

Decisão de dezembro/23:

  • 70% acreditam em QUEDA de 1,00
  • 30% acreditam em QUEDA de 1,25

Constatações

Temos o mercado mais em linha com o Banco Central até setembro para 95% apontando em redução de 0,5 ponto percentual na taxa Selic. E com 5% mais otimistas em relação a redução acreditando em 0,75. Assim, a confusão de semana passada melhorou, porém, como veremos nos próximos meses, o mercado ainda parece estar em desarranjo e mesmo a melhoria no modelo não conseguiu captar uma direção em conjunto com o Bacen.

Em novembro as apostas que, ainda permaneceram longe de 0,5, começaram a caminhar para reduções menores. Temos 80% do mercado ainda acreditando em redução de 1,00 e os outros 20% em 0,75. Ou seja, o mercado está desalinhado com o Banco Central, sabedoria ou teimosia?

Já a redução da taxa em dezembro permanece alta com 70% do mercado apostando em 1,00 ponto de redução e o resto em 1,25. Parece que existe falta de comunicação ou alguém sabe algo a mais no mercado que não sabemos e, assim, podemos esperar uma taxa de 10,75% de Natal.

182 Visualizações 1 Hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *